Qui, 19 de novembro de 2009
Pedalando apenas por pedalar em Jaraguá...
Escrito por: Rodrigo Martins
   

Ora, finalmente retornamos a nossa rotina de pedaladas. E com estilo! Saímos de carro bem cedinho rumo a Jaraguá do Sul. Cidade bem bacana localizada no norte do estado, distante 182 km de Florianópolis. De colonização alemã, Jaraguá possui cerca de 140 mil habitantes. É a quinta maior economia do estado, possuindo um dos maiores IDH do Brasil e é conhecida também como a capital nacional da malha. Já devidamente alojados, enrolamos um pouco para iniciar a pedalada, ignorando totalmente os protestos do Marcelo. Estava quente demais e o ar-condicionado do hotel era um chamariz tentador para um nobre cochilo... Mas para quem conhece o Marcelo – pode esquecer. O jeito foi passar protetor solar, respirar fundo e encarar o mormaço. Iniciamos o pedal, sei lá... Umas 15h, talvez. Sem compromisso algum - a última coisa que nos preocuparíamos era com o horário. Ainda mais agora, com o horário de verão onde podemos esticar mais um pouco as pedaladas.

Realmente pedalamos apenas por pedalar. Como não conhecíamos a região, seguimos para aonde o nariz apontou...

Olhando no mapa rodoviário e buscando um pouco de terra, algo além do asfalto, resolvemos seguir até Schroeder.

Mas ficou por isso. Só essa reta mesmo e que foi o suficiente para empoeirar a alma...

Schroeder é mais uma típica cidadezinha catarinense. Rua principal com a Igreja matriz, praça, prefeitura e o BESC. Possui menos de 11 mil habitantes e aparentemente nada para se fazer. Retornamos a Jaraguá do Sul então...

Essa é a WEG. Uma das maiores empresas do Brasil (fabrica geradores, componentes eletroeletrônicos, transformadores, tintas, peças para Autobots e Deceptcons, etc.) com sedes em várias cidades brasileiras e inclusive em outros países como China e Portugal. Aproveitamos a passagem pela cidade para visitar um antigo colega de faculdade. Muitos anos que não víamos essa criatura: Marcelo Arenhart, vulgo "Pavão". Nosso próximo passo foi seguir para o famoso parque da Malwee... A Malwee é considerada uma das maiores empresas têxtil do Brasil, possuindo quase sete mil funcionários. Um pouco mais afastado do centro da cidade encontra-se o tal parque, verdadeiro patrimônio natural fundado no final da década de 70. Um dos principais pontos turísticos do norte do estado. Possui um milhão e meio de metros quadrados de área preservada em meio a mais de 35 mil árvores e 17 lagos, sendo o maior com mais de cem mil metros quadrados. O parque realmente impressiona pelo tamanho e organização, além de ser de origem privada e aberto ao público.

Bastantes cansados, retornamos ao nosso querido quarto do hotel...

Mesmo de noite, os termômetros marcavam acima de 30°... E isso que nem estamos no verão. Sentimos falta daquele ventinho sul de Floripa que tanto reclamamos. Encerrada a pedalada, banho tomado e aparentemente recompostos, saímos para passear pela cidade. Voltinha tradicional no shopping, praça de alimentação lotada - o que nos obrigou a procurar comida na periferia do shopping. Sem muito pelo que escolher, encaramos um X-alguma coisa que mais tarde obviamente nos arrependemos: péssima escolha! Seguimos para o hotel, pelo menos munidos de chocolate & Pepsi by supermarket. Nos entretivemos na TV e ficamos embasbacados com a bizarrice do novo programa do Sérgio Mallandro (há, Iêé, gluglu...). Mal fechamos os olhos e o Marcelo já estava batendo na porta nos acordando. Não adiantou fingir que não ouvimos, o jeito foi levantar, tomar café para acalmar a figura e voltar a dormir. Seguimos então para Balneário Camboriú... Fernando estava ansioso, pois iria pela primeira vez experimentar a melhor pizza do mundo! Sim, fomos gentilmente recebidos pelo presidente mundial da Pizza Bis! Aproveitamos a oportunidade e agradecemos ao Senhor Robertinho (patrocinador oficial dos nossos bons momentos!) por ter usado sua enorme influência na Terra-média e nos colocado no camarote da Brahma esse ano em Blumenau. Sim, Oktoberfest dentro do principal camarote da festa.

Inacreditável!... Eu sei!

E foi isso... Pedalada extremamente divertida! Agradecimento extremamente especial a Tia Delorme novamente, que é outra patrocinadora oficial dos nossos bons momentos... Vanderléia - que também foi junto e tudo mais, nos aturou e nada reclamou (pessoa rara, pois suportar nós três, não deve ser fácil...). Claro, agradecer também a vizinha do Fernando. Poxa, ela nos fez rir muito! Bazinga!!!

Duas dicas de blogs bem bacanas de colegas que nos visitaram e deixaram comentários aqui no nosso site:

cagareus.blogspot.com/2008/12/assalto-ao-caramuloa-investida-global.html

Esse blog do Hernâni é muito bacana. Pedal lá em Portugal e na neve! Fantásticas as fotos...

Outro que gostamos bastante foi esse do Michel:

www.michelschanuel.blogspot.com 

Até!

« Pedalada Anterior
Lido 2279 vezes
Comentários
Qui, 19 de novembro de 2009
escrito por: Hernâni
Olá pessoal!! obrigado pela visita e comentario no nosso Blog.
O Brasil é um País maravilhoso, só conheço um pouco do Nordeste, atravessei duas vezes o "charco" e estive em Natal e Porto Galinhas não tendo parado nos dias que aí estive :))
Continuação de boas pedaladas!!

Abraço!
Qui, 19 de novembro de 2009
escrito por: Michel S. Girardi
Gostei da idéia do passeio sem destino, apenas mirar o nariz para uma posição e pedalar... Essa região é muito linda, pelas fotos dá pra ter uma idéia.

Obrigado por citar meu blog :)

Forte abraço e boas pedaladas para todos!
Sex, 20 de novembro de 2009
escrito por: Fabiano Costa
Show de bola este site, parabéns pelas "paradas" de bike por aí afora...
É sempre bom ver que a RR continua rodando por aí e dando um "L" invertido à quem merece! hehe
Da próxima vez levem o gambá na garupa...

Abração amigos,
Fabiano.
Sex, 20 de novembro de 2009
escrito por: Viviane
Mala!!!!
Adorei as fotos!!! Deu ate saudade de morar em Jaragua!!!!


Vivi.
» Postar um comentário
Patrocínio
Pizza Bis
Apoio
LaiLai EntregaBeleza BikFURBO ConfecçõesOndePedalar.com.br
Sigam-nos
© 2018 - pedaladas.com.br
Desocupado N°: 407191