Qui, 04 de março de 2010
Trilha da Cachoeira Seca
Escrito por: Rodrigo Martins
   

Claro que pedalar no carnaval não é normal. Duas vezes, então... A vontade minha e do Marcelo era zero! Mas o Sr. Roberto estava tão empolgado que não tivemos coragem de recusar. Tocamos o tambor e até espetamos uma nuvem vodu na esperança de amanhecer chovendo... Nada! No máximo um início de manhã nublado. Acordei muito mais lento que o habitual (novidade?). Tudo que eu queria era um sussurro do tipo – volte a dormir, não vamos pedalar... Nem sonhando. Robertinho parece acordar com um choque elétrico – levanta a mil por hora. Relaxamos no momento em que vimos à criatura beber 1 litro de iogurte no gargalo - glut, glut, glut... Impressionante mesmo. É isso então! Se não podemos dormir, vamos curtir o pedal.

Ótima lembrança! Aqui nesse mal cuidado solo sagrado, há 16 anos, aqueles que hoje reinam no inferno – Joey, Johnny e Dee Dee fizeram o maior show que Santa Catarina já teve. Sim, os lendários “Ramones” por incrível que possa parecer - já tocaram em Balneário Camboriú - no antigo pavilhão da SANTUR. E, apesar da minha pouca idade - estive presente nesse evento inesquecível que ainda contou com Raimundos e Sepultura.

Gabba Gabba Hey!

Isso para nós, foi inacreditável. Já ouviram falar da “Green Valley”? Considerada uma entre os 5 melhores club do mundo. A night (ou day...) é extremamente agitada e normalmente não termina antes das 11 da manhã. Passamos por ali perto das 9h e ainda no maior embalo. Lotado mesmo. Arrisco a dizer que BC possui a maior quantidade de mulher bonita por metro quadrado do mundo! E não estou exagerando.

E por que eu estava pedalando e não ali? Pergunto-me até hoje... Esquecer isso e focar de uma vez por todas na pedalada...

Uma pedalada totalmente despretensiosa e iniciada com a maior má vontade possível... E quer saber? Foi a mais legal que já fizemos (até então...).

Esperar o Roberto chegar... Iniciou um pouco mais pesado por causa do adicional de iogurte. Queria poder esquecer isso.

Subimos por um bom tempo. Essa sim foi à verdadeira estréia do Roberto, que ainda não tem capacete por ter o crânio em formato único no mundo. Será feito sob medida.

Bem testada a Scott nova, inclusive experimentando o sabor da queda. Pena não haver registro de imagem, mas fomos atacados por um Dragão de Komodo do tamanho de um sinistro Alligator...

E numa transformação digna do saudoso Multihomem...

Encontramos uns conhecidos do "vereador" Roberto com a mesma perturbação que a nossa de pedalar numa terça-feira de carnaval.

Até agora bem tranqüilo. Estrada boa, um pouco de subida, mas tranqüilo...

Parada para água... Reencontramos os desgarrados Multihomem, mais um pessoal que faz trilha de motoca.

Segue o comboio trilheiro...

Segundo os nativos da região, a trilha cruza o rio por oito vezes... Deu medo. Parece uma maldição indígena lançada aos que se atrevem a desafiar o inóspito local.

- Afaste-se, animal insolente!

Traído por uma gigantesca pegada de T-Rex com areia movediça...

Robertinho pegando o jeito, já...

Essa trilha vai dar no mesmo local da pedalada passada. A grande vantagem é que como entramos pelo fundilho, não fomos extorquidos na entrada...

Aproveitamos novamente para o nosso - agora tradicional - banho de cachoeira. Recuperamos a energia, tomamos dois litrão de Coca, escutamos a prosa empolgada do Roberto e seguimos nosso rumo de volta a vida normal... Melhor pedalada - sem dúvida.

« Pedalada Anterior
Lido 1826 vezes
Comentários
Qua, 31 de março de 2010
escrito por: Roberto Kist
Como diz o Bonitão Rodrigo, na foto aí em cima de costas, agarrado nas pedras com seu super físico segundo as meninas da “Green Valley" gritavam ao ver o Reinaldo Gianecchini da Bike passando. Foi mesmo uma bela pedalada, com direito a uma bela queda, com o susto que o Rodrigo tomou ao ver o Crocodilo cortar sua frente e ele parar sem dar sinal de alerta...
» Postar um comentário
Patrocínio
Pizza Bis
Apoio
LaiLai EntregaBeleza BikFURBO ConfecçõesOndePedalar.com.br
Sigam-nos
© 2018 - pedaladas.com.br
Desocupado N°: 398602