Sex, 27 de janeiro de 2012
Trilha da costeira de Zimbros
Escrito por: Rodrigo Martins
   

Herdando o mal tempo do diluviano réveillon, iniciamos a nova temporada um tanto desconfiados... Manifestando um exagerado descontentamento desde cedo, nosso ombrofóbo amigo ameaçou desertar a pedalada inicial do derradeiro ano para a atual civilização. Saímos em dois carros ainda de noite e cruzamos uma pequena tormenta pelo caminho. Alguns minutos adiantados - conseguimos avistar um lampejo de bom tempo um pouco antes de o aflito amigo iniciar uma malcriada conversa pelo celular. Com a esfarrapada desculpa de “longe demais para resolvermos voltar”, convencemos o contrariado comparsa - que choramingava alguns quilômetros atrás -, a pelo menos seguir até o local combinado, na vizinha Tijucas. Nossa intuição é horrorosa e mesmo assim resolvemos arriscar, já que eventualmente ela se apresenta de forma correta. Nosso sentido aranha indicava tempo bom, o que de fato aconteceu... Pelo menos nos cinco minutos iniciais. O bom tempo durou apenas o suficiente para tirarmos as bikes do suporte e iniciarmos a brincadeira. Com cara de poucos amigos, fomos saudados pela desconfiada manada que mal acreditava no que os desajustados terráqueos ali faziam. E assim, desconfiados com tantos olhares de desconfiança, iniciamos mais um ano do “Pedaladas”, envoltos num estranho sentimento de debilidade mental coletiva, por cismar em pedalar num dia tão horroroso...

Choveu muito pouco para a nossa surpresa. Apenas para termos o infeliz trabalho de tirar as capas de chuva de dentro das socadas e sempre na moda pochetes, e guardá-las molhadas sem quase nem tê-las usado. Entre uma pancada de chuva e outra, algumas brechas de sol apareceram prenunciando um terrível calor, mesmo antes das sete horas da manhã.

A esperança de um pedal sem morro foi para o espaço logo no início com uma absurda ladeira impossível de se pedalar. E não ficou por isso. Subir e descer foi uma constante. Enquanto pedalávamos por uma estrada, isso de fato não atrapalhou.

De tempos em tempos a estrada desaparecia dando lugar a uma escorregadia trilha. As fortes chuvas recentes maltrataram a bacana estradinha e os pseudo-ciclistas desavisados penaram para se manterem em pé durante o enlameado trajeto.

Quedas com a cara na lama e ataques de marimbondos vampiros mal-humorados - ilustraram bem o que foi a divertida aventura. Reclamações apenas em relação ao exagerado calor. Sofremos aos montes para vencer alguns trechos da encantada trilha e até acho que “de a pé”, teria sido mais fácil.

Momento “Genki Dama”: - Leve toda a minha energia, Goku!

Empurrar as bicicletas na areia superfofa da praia quase deserta também não foi uma tarefa simples. Percurso dos mais ecléticos que já trilhamos: estrada – morreba - trilha – praia – pedra – mata – praia – algo pior que trilha – praia, e quase desmaiar.

Nesse ponto do pedal, já esbaforidos, tudo que os malfadados aventureiros queriam era um pouco da anteriormente criticada chuva. De consolo, servia o fato de boa parte desse trecho ser sombreado.

Fizemos alguma coisa parecida com o que foi gentilmente sugerido pelo colega “Moca” nos comentários da postagem anterior. Iniciamos por uma pequena comunidade em Tijucas (Santa Luzia, creio eu) e fomos costeando boa parte do caminho, passando por várias praias desertas (uma delas com o sugestivo nome de “Triste”), intercalando com vias muito estreitas, matas de onde podíamos ouvir lobos uivarem e uma festividade de horrorosos buracos causados pelos aloprados motoqueiros... até finalmente chegarmos em Zimbros.

Uma rápida limpadela nas sujismundas bicicletas no gelado riacho antes de seguir viagem.

Afetados pelo forte sol na cabeça, só melhoramos após abrir a primeira latinha de Pepsi do dia. O primeiro gole chegou a causar comoção. Descansamos um pouco na tal Praia de Zimbros e lentamente seguimos caminho até Porto Belo. A adrenalina final? Encarar a BR-101 com vento soprando contra e uns Transformers gigantescos dando um “chega pra lá” nos reles ciclistas. Excelente início de ano. Ufa!...

« Pedalada Anterior
Lido 2779 vezes
Comentários
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: Aline Souza
Muito bom o post, como sempre dei boa risadas.~
Não reconheci nada do trajeto, mas desejei estar pedalando com vocês entre essas trilhas e praias.
Um ano de muitas pedaladas para todos nós.
Abs
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: Lucas Goulart
Muito bom! Ainda faco essa trilha um dia
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: Priscila 'Guiga'
Quando eu vi a primeira foto, quase tive um treco de tanto rir! Depois fui só me apavorando... Mas é muita lama pra um passeio só, hein! De qualquer forma, vocês continuam sendo privilegiados por essa terrinha linda que é o litoral catarinense. Essas fotos que mostram o mar estão fantásticas, mesmo em dia nublado, com chuva, com lama, com pedra e o que mais for. Parabéns pela "inauguração" do ano!
Abraço
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: murilo
Show de imagens, e certamente deve ter sido uma ótima pedalada. Quanto a lama, bem, estou com pneu 2.45 e certamente não seria problema.rsrsrs
http://trilhasepedaladas.blogspot.com/
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: Waldson (Antigão)
Nossa, que belo começo de ano! Começar o ano com um pedal difícil irá trazer pedais mais fáceis durante o resto do ano. Difícil não quer dizer feio, ou não prazeroso!
Belas fotos e ótimo relato como sempre!

Grande abraço e vamo que vamo!
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: Moca
Um feliz ano novo a todos autores e leitores deste blog, quando eu fiz esse trajeto (a pé)não achei tão dificil...hehehe fiquei feliz por vocês terem realizado esse trajeto e com sucesso, como dizia o meu amigo Pedrinho, caminhos desconhecidos que ninguém conhece ... um bom ano a todos e muitas pedaladas.
Sex, 27 de janeiro de 2012
escrito por: JOILTON DE OLIVEIRA
muito louco ,enfrentanto barro e andando pro trilhas em matas passando por fazendas,no geral .que viagem!
Sáb, 28 de janeiro de 2012
escrito por: Tomás utrilla gigante
que tengais un año 2012 muy bueno para vuestras salidas en bici de montaña que encuentro mas divertido que mis salidas en carretera, pero no tengo que limpiar la bici cuando llego a casa.
Saludos desde Valencia.
Sáb, 28 de janeiro de 2012
escrito por: Elton Xamã
hola, tchê!
imagino como deve ter sido cansativo o percurso, mas a beleza da região compensa tudo!
parabéns
abraços

Elton Xamã
Sáb, 28 de janeiro de 2012
escrito por: Odair
HAHAHA! O tal do marimbondo vampiro já ficou engraçado, e voces ainda conseguiram descrever o estado de ânimo do exotico inseto.
Belas imagens e relatos muito engraçados.
Abraço!
Seg, 30 de janeiro de 2012
escrito por: Roberto
A Inveja mata...
Que pedal maravilhoso, o lugar sensacional, tudo o que um ciclista gosta, estrada com subida descida e um visual de tirar o fôlego. É uma frustração não poder pedalar com os amigos, trabalhando muito, parabéns.
Um abraço...
Qua, 14 de março de 2012
escrito por: Josias
Parabens pelas pedaladas e pelo blog, precisava uns parceiros assim aqui no RS, grande abraço
Qua, 23 de maio de 2012
escrito por: susi saito
Ei!!! É o canto da praia de Bombinhas! O final de Zimbros, onde tem a do Cardoso, Triste, Vermelha, Deserta... A corrida do K42, agora em Agosto, passa por aí. Meu grande sonho de corrida! E de lá de cima, sai pro morro por terra que corta pra Porto Belo! conheço tudin tudin! Quando digo que sou mais daí do que daqui, é sério mesmo!!! Heheheh!

Trilha maravilhosa!
Ter, 26 de novembro de 2013
escrito por: joão dupedal
Rapaz vcs são massa mesmo.. estas fotos destras trilhas se parecem muito com nossas trilhas de Petropolis Rio, onde resido...em breve estarei postando algumas fotos.. parabems galera..
» Postar um comentário
Patrocínio
Pizza Bis
Apoio
LaiLai EntregaBeleza BikFURBO ConfecçõesOndePedalar.com.br
Sigam-nos
© 2018 - pedaladas.com.br
Desocupado N°: 400569