Ter, 25 de agosto de 2009
Trilha do Travessão
Escrito por: Rodrigo Martins
   

Novamente a previsão do tempo não era das melhores, o que é completamente normal. Anormal - foi a presença do Sr. Jean Kindermann! Logicamente eu e o Marcelo escutamos a empolgação do Jean no dia anterior com bastante desconfiança - afinal de contas, lembro que combinei uma pedalada com ele no início da faculdade, há 15 anos aproximadamente... Para que a pressa, não é? Para a nossa total surpresa, não amanheceu chovendo e o Jean incrivelmente apareceu.

Eu (Rodrigo), Marcelo, Marcos Paulo (que voltou para Nárnia...) e o Jean - somos amigos de faculdade. Estudamos juntos no CEFID (na época – Centro de Educação Física e Desportos), Universidade estadual daqui de Santa Catarina e um dos melhores cursos de Educação Física do Brasil. Estudamos o suficiente, fizemos muita festa, ganhamos o torneio interno de futebol da faculdade por quatro anos consecutivos e de forma invicta (Raça Ruim!), não tivemos baile – resgatamos o dinheiro da comissão de formatura e fomos comemorar durante uma semana em Porto Seguro e somos amigos até hoje!... A presença do Fernando também não era certa. Ficamos apreensivos quando ele comeu duas coxinhas de R$ 0,75 na pedalada da semana passada. Dois derivados de bolovo, de origem duvidosa e de aspecto horroroso em que ele insistia dizer que estava bom... Sua sobrevivência não era certa, mas apareceu aparentemente bem e inclusive mais disposto que o normal (efeito colateral da coxinha mágica...).

De qualquer forma, desta vez ele trouxe algumas frutas. Uma feira propriamente dita. Maçã, banana e talvez até uma fatia de melancia. E quem duvida? A aventura da vez foi a “Trilha do Travessão”, que inicia na Lagoa e segue até o Saco Grande (bem bonito o nome desse bairro...). Detalhes no site do Peixoto

http://www.trilhasbr.com.br/trilhas_009_travessao.php

Até a rampa de asa-delta é bem tranqüilo, sequer mosquito tinha para incomodar... Porém, insetos mastigadores gigantes de origem extraterrena, os tais cupins intergalácticos - estão aos poucos corroendo a estrutura da rampa.

Após pausa para descanso, apreciar a vista da Lagoa e permitir que o Fernando siga sua dieta dos “15 minutos” (que consiste em se alimentar a cada 900 segundos...) - seguimos agora pela trilha de verdade.

Diversão garantida nesse pedal. Tudo bem que empurramos mais do que pedalamos, mas foi muito bacana mesmo. Terreno difícil de pedalar e muita lama de verdade.

Momento de introspecção...

Alguns trechos bem legais de se pedalar...

Outros, nem tanto...

Trazer um facão da próxima vez! Foi freqüentemente sugerido...

Choveu por alguns minutos, mas logo abriu um sol bem tímido...

Quase no finalzinho da trilha há um belo escorregadouro, uma simpática cachoeira. Muito cuidado ao atravessá-la, uma simples escorregadela e você vai parar sabe-se lá aonde... Nota 10 essa pedalada!

« Pedalada Anterior
Lido 1427 vezes
Comentários
Qua, 26 de agosto de 2009
escrito por: Marcorn
Quer dizer que no final de semana não vai ser preciso levar facão, pois vocês deixaram a trilha limpinha?

Abraço a todos!

Marcorn
São Bento do Sul
Qua, 26 de agosto de 2009
escrito por: Jean Kindermann
... Esqueceu de mencionar como as descidas estavam fáceis, com aquela qantidades absurda de raízes e lama, ainda bem que ninguém caiu... hehehe...

... Jean.
» Postar um comentário
Patrocínio
Pizza Bis
Apoio
LaiLai EntregaBeleza BikFURBO ConfecçõesOndePedalar.com.br
Sigam-nos
Strava
© 2017 - pedaladas.com.br
Desocupado N°: 371406